Tags

,

  

Marino de Oliveira: 35 anos dedicados ao Squash

Marino se tornou o maior difusor do Squash no Brasil, formou mais de 6.000 atletas, 20 professores, hoje administra o Complexo “Marino Squash”,  ministra aulas e vê suas filhas, Marcela e Andrea Oliveira traçarem o mesmo caminho de sucesso no esporte.

 

Difundir a prática de uma modalidade como o Squash em um país dominado por uma paixão como o futebol é sem duvida uma tarefa árdua, que requer dedicação, muito trabalho, e principalmente paixão pelo esporte. Marino de Oliveira é um exemplo do verdadeiro esportista, há 35 anos dedica sua vida em fazer o Squash um esporte cada vez mais forte no Brasil.

“Jogava tênis como minha paixão e comecei a jogar SQUASH por pedido do meu treinador para aprimorar o condicionamento. Me apaixonei pelo squash e passei a me dedicar, joguei 15 anos entre os melhores do Brasil e da América do Sul, chequei a ser número  80 do ranking”. Conta Marino de Oliveira.

Desses 35 anos, Marino de Oliveira passou 15 anos como atleta de ponta, considerado o melhor do Brasil, conquistou inúmeros títulos nacionais e internacionais, e  agora já está  há 20 anos nos bastidores do Squash, foi presidente da Federação Paulista de Squash, fundou a Liga Paulista de Squash, montou o maior complexo da modalidade no Brasil a “Marino Squash”, formou mais de 6.000 atletas e 20 professores que disseminam a arte do Squash por várias partes do Brasil.

“Dou aula há 30 anos, formei atletas de ponta, vários campeões paulista e brasileiro, e principalmente os professores que irão levar os ensinamentos do esporte para muitos. Isso é importante, é como se ganhasse mais braços para me ajudar nesse trabalho”. Avalia Marino de Oliveira.

O legado que Marino está construindo para o futuro do Squash não para por ai. As duas filhas do campeão, Marcela, 20, e Andrea Oliveira, 19, já começam a despontar entre os grandes nomes do Squash nacional. A final do último Campeonato Paulista foi em família, teve apenas um sobrenome, Oliveira,  Marcela é atual campeã paulista, título conquistado em uma partida exatamente contra sua irmã, Andrea.

“Formei meu irmão Mario de Oliveira, que jogou entre os melhores do mundo,  conquistou vários títulos Sul americanos, e agora, minhas filhas já se destacam entre as melhores do País. Para os próximos anos pretendo incluí-las no circuito internacional.” Conclui Marino de Oliveira com orgulho e a certeza do sucesso das filhas.

 Informações para a imprensa:

1º Ponto Comunicação! 

(11) 3589-6303/ (11) 6765-6728

 http://twitter.com/primeiroponto